Chuchu: um legume sem sabor e sem graça, porém acelera o metabolismo e emagrece rapidamente, hoje ele é o maior amigo da “dieta”

Apesar de não ser um alimento que apresente um grande sabor, o chuchu ajuda muito na perda do peso. Pessoas que aderiram à dieta do chuchu perderam em média 5 kg por semana.

O chuchu é um legume consumido durante o verão, rico em água, de baixa caloria, e com grande poder de hidratação. A planta inteira, incluindo a fruta, caules e folhas contêm vários nutrientes e tem propriedades anti-inflamatórias que podem auxiliar no tratamento da pressão arterial alta, pedras nos rins e indigestão.

O chuchu é um grande aliado na perda de peso, pois é rico em fibras e diurético. Uma dieta rica em fibras ajuda a tratar a prisão de ventre e normalizar os movimentos intestinais. Um chuchu contém 3,5 gramas de fibra, o que contribui 14 % de seu valor diário de 25 gramas.
As fibras também ajudam no controle dos níveis de açúcar no sangue – particularmente útil para os diabéticos – e reduz o colesterol, o que ajuda em um sistema cardiovascular saudável.
Um chuchu inteiro tem só 38,6 calorias e 0,1 gramas de gordura. O alto teor de água e as fibras ajudam a te manter satisfeito durante mais tempo sem aquele monte de calorias. Você pode comer chuchu como um lanche para manter a fome sobre controle. Devido a suave textura da fruta, você pode usar chuchu na salada, combinar em shakes, vitaminas, sopas.

Por ultimo, é importante lembrar que o seu consumo diário, ajuda a manter a ansiedade e a compulsão alimentar no seu devido lugar, com isso é bem mais manter a dieta.
O chuchu contém minerais como zinco, magnésio, cálcio, fósforo e potássio. Eles fazem parte de hormônios e enzimas do corpo. O chuchu fornece 1 miligrama de zinco, 7 % do seu valor diário necessário. O zinco desempenha um papel na cicatrização de feridas. O cálcio e o magnésio mantém os ossos fortes e o potássio suporta a função do nervo e músculo.

Benefícios adicionais do Chuchu

Melhora o trafico intestinal: alimentos ricos em fibras e água, quando consumidos provocam o efeito diurético podem ser grandes aliados na perda do peso, primeiro porque estimulam um melhor funcionamento do intestino e combatem assim a síndrome do “intestino preguiçoso” e em segundo hidrata as paredes do trato intestinal colaborando para que as fezes não ressequem e fiquem parados no trato.

Doa mais energia ao corpo: suas propriedades fortalecem o sistema imunológico e ajudam repondo as energias, pra quem treina, o chuchu é um alimento super indicado, pois repõe a água perdida nos treinos, hidratando o corpo. Além disso, é um alimento baixo de caloria e pode ser consumido sem restrições.

Pele saudável: o chuchu é um alimento super indicado para deixar a pele vistosa e hidratada, isso graças as suas propriedades benéficas e principalmente por ser rico em água. Para se livrar do cansaço debaixo dos olhos, corte fatias de chuchu e com o uso de uma gaze coloque debaixo dos olhos, em poucos minutos vai sentir uma sensação refrescante e hidratante.

Sensação de saciedade: o chuchu é um dos alimentos que fazem parte daquele elenco dos saciadores, o consumo diario mantém o estomago sempre sacio o que ajuda a manter o foco na dieta, e tem um fato que merece atenção: o consumo do chuchu durante as refeiçoes tira completamente a vontade por doces.

Previne o envelhecimento precoce: O vegetal ainda possui vitamina C que é um dos principais agentes antioxidantes que combatem a ação dos radicais livres (responsáveis pelo envelhecimento precoce). O zinco presente no chuchu ajuda a regular a produção de sebo na pele.

Efeito diurético: esse é um vegetal que possui grande quantidade de água e potássio, o que faz dele um alimento diurético. Dessa forma o indivíduo elimina as toxinas do organismo através da urina, apos o consumo do alimento. Importante ressaltar inclusive, que esse alimento promove uma verdadeira faxina no seu organismo e ainda combate a hipertensão porque contribui para manter a pressão arterial sob controle.

O chuchu pode ser consumido em saladas, ou refogados na panela, ainda utilizados para fazer cremes frios ou quentes, podemos ralar e passar rapidamente pela frigideira com um fio de óleo, o importante é não cozinhar muito, preferencialmente recomenda-se fazer-lo no vapor, pois assim não perdemos os minerais presentes no fruto. A criatividade fica por conta de quem esta preparando, os cremes verdes são ricos em vitaminas e ótima opção para o jantar, visto que digerem rapidamente e possuem poucas calorias.

Lembramos que, este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.