Seu estômago vive inchado e cheio de gases? Tome 1 copo desta bebida preparada com mamão e dê adeus a esse problema

Quando comemos e bebemos em excesso, nosso estômago tende a inchar, então acabamos sofrendo com muitas dores. Essa situação é mais comum entre as mulheres. Se você sente que seu estômago está inchado, deve tomar cuidado com o tipo de alimento de consome, além de preparar a receita acima, é claro. Mas nem sempre a distensão abdominal é causada pelo excesso de comida ou gordura acumulada. Outros motivos são:

1. Prisão de ventre
Se seu metabolismo não está funcionando como deveria, seu estômago ficará irritado e você sentirá muitas dores. Opte por alimentos ricos em fibras. Isso ajuda a combater a prisão de ventre.

2. Dispepsia: Muita gente sofre desse mal, que nada mais é do que uma desordem digestiva causada pela genética ou por bactérias presentes no estômago. Os sintomas disso são: gases em excesso, náuseas, dores e sensação de peso.

3. Intolerância alimentar: Talvez você não saiba, mas, de repente, tem alergia a algum tipo de alimento. Se for o caso, seu corpo vai rejeitar, emitindo muitos sintomas ruins, como dor e inchaço. Tenha bastante atenção na reação do seu organismo quando se alimentar. Para aliviar os efeitos do desconforto causado pelo tipo e quantidade de comida, nós recomendamos uma receita natural incomparável! Trata-se de uma bebida que alivia os sintomas do desconforto estomacal quase imediatamente.
Veja como se prepara:

INGREDIENTES

140 gramas de mamão, 1 colher (sopa) de gel de babosa, 1 colher (sopa) de sementes secas de erva-doce (vende-se em lojas de produtos naturais)
200 ml de água

MODO DE PREPARO

Faça uma infusão usando a água e as sementes de erva-doce e deixe descansar por 20 minutos.

Feito isso, leve o mamão para o liquidificador com o gel da babosa e a infusão de erva-doce.

Bata por alguns segundos, em seguida, beba.

Observação: a bebida deve ser tomada imediatamente, para não perder as propriedades.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte: Cura Pela Natureza