Marido amarra esposa e a espanca deixando-a irreconhecível. O motivo é algo que todo casal costuma fazer!

Até onde vai a maldade humana? É impressionante o quanto as pessoas são capazes de fazer contra outras, apenas visando seus próprios interesse e desejos.

No mundo dificilmente sabemos quem é bom ou ruim, até que a fúria dessa pessoa revele sua verdadeira identidade oculta.

Quando a maioria das pessoas se casam, é porque acham que encontraram o par perfeito, a pessoa que irá passar os dias ao lado, e que será um companheiro. Mas, muitas pessoas acabam descobrindo que casaram-se com seus inimigos, e às vezes isso só é descoberto quando já é tarde demais.

Suzanne Hill era uma dessas mulheres que se casou com Jennison e que pensou ser seu par ideal, o homem que a faria feliz para o resto de sua vida.

Mas por um motivo bobo, algo que todos nós fazemos sempre, esse príncipe que ela tanto pensava ser seu marido transformou-se em um monstro, capaz de espancá-la e a deixou irreconhecível.

Segundo o site ‘Vamos lá portugal’, a mulher que mora em Eccles, foi encontrada por seu filho, quase já sem vida, depois de ser brutalmente espancada.

O motivo? Ele queria assistir um programa de TV e sua esposa outro. Quem nunca disputou pelo controle da TV? Mas, o homem simplesmente perdeu a noção da sanidade. Isso fez com que ele simplesmente tivesse um ataque de fúria, e partisse para cima da mulher dando-lhe vários socos na cara. Depois, ainda não satisfeito de ter espancado a mulher, ele a amarrou e deixou-a imóvel, com enormes feridas pelo rosto e pescoço.

Segundo as informações ele teria também tentado enforcá-la, o que é visível pelas marcas dos hematomas deixado em seu pescoço.

O filho ao chegar e ver a mãe naquele estado, chamou a policia e o homem foi preso por violência doméstica. Segundo o site, ele já teria ido para a prisão outros vezes pelo mesmo motivo.

Algumas mulheres, acabam suportando mais de uma vez agressões como essas, o que pode ser algo muito perigoso. Pois com o tempo, essas agressões acabam se tornando cada vez mais violentas, e alguns casos acabam sendo fatais.

Denuncie a violência, não fique calada!