Morte, câncer e miséria? Rodolfo, par do ET, vive drama de fazer chorar

Rodolfo Carlos é um jornalista de 47 anos e ficou famoso em todo o território nacional por formar a dupla ET e Rodolfo, que acordava celebridades durante programas como o ‘’Domingo Legal’’. Após o sucesso no programa, entretanto, veio a inesperada demissão no SBT e muitos problemas pessoais.
Hoje Rodolfo está com o pai sofrendo um grave câncer.

Ele também tem o seu avô usando um marcapasso. Os dois homens são importantes na vida do eterno repórter do Gugu e, por isso, na tentativa de ter mais tempo para eles, o profissional da mídia decidiu largar tudo para cuidar deles. Até uma ação que era movida contra o SBT foi abandonada, como mostra uma reportagem publicada pelo site ‘’Notícias da TV’’ nesta segunda-feira (11).

 Doença do pai faz Rodolfo, do ET, desistir de processar o SBT após anos de batalha judicial
O processo de Rodolfo contra o SBT começou há cerca de 11 anos, quando foi demitido da emissora de Silvio Santos. Durante todo o tempo em que ficou no ar, ele não teve carteira assinada. Além disso, nos últimos anos, o salário da dupla acabou sendo cortado vertiginosamente. O SBT decidiu entrar na batalha para não pagar.
Há dois anos, Rodolfo teve uma decisão favorável do Tribunal Superior do Trabalho (TST). No entanto, o SBT recorreu e tudo voltou ao início. Em meio a todos os problemas pessoais, Rodolfo decidiu dar um respiro em sua vida e interromper o processo.

Drama de Rodolfo se acentua após SBT brigar por decisão judicial
O que acontece é que o SBT, assim que o repórter venceu a decisão do TST, decidiu contestar o cálculo que estava sendo feito para o repórter, que ele diz ser de seu direito.
Muitos cálculos para isso foram feitos, mas a situação não pôde ser paga porque um perito recalcularia tudo.

Tal manobra faria com que o valor a ser recebido pelo profissional demorasse anos para ser dado. Ele, então, cansado de tudo, decidiu dar um chega para lá no processo judicial.

SBT decide pagar o que devia Rodolfo, mas com quantia menor que o pedido
No entanto, o SBT acabou cedendo à pressão e fez uma proposta para Rodolfo. A rede fez outra conta e decidiu pagar um pouco mais de R$ 1 milhão a menos do que o previsto. Mesmo assim, o repórter decidiu aceitar o acordo, devido a tudo o que passa.

“Foram sete anos e dez meses de processo. Isso não vai parar nunca. Chega!”, diz.
“Preciso de dinheiro para dar mais conforto ao meu avô e ao meu pai. Ele está com câncer e não tem nem plano de saúde”, disse ele ao falar sobre o assunto.