Mulher perde namorado na guerra e três anos depois recebe carta emocionante

O amor é uma coisa linda, principalmente quando ele é verdadeiro, e é o caso de hoje. O nome dela é Flor Sánchez e ela tinha apenas 19 anos quando conheceu Juan Figueiredo, ela o conheceu na universidade aonde os dois estudavam, ele era um rapaz tímido, porém determinado, e chamava atenção por sua forma física. Ela era uma moça, não tão bonita naquela época, e havia crescido em uma família nada fácil, eles estudavam na mesma sala e um dia tiveram que fazer uma dinâmica em dupla desde então não se largaram mais.O sonho de Juan era ir para os EUA servir as forças armadas junto com seu pai.

Naquele ano que era 2012 o afeganistão estava passando por uma guerra, mas mesmo assim Juan queria ir, ela o admirava muito mas queria estar com ele todos os dias. Com os tempo os dois ficaram completamente apaixonados e não se viam mais um sem o outro. Juan queria casar com ela e se declarou para ela, Flor ficou muito emocionada, e claro que aceitou, mas Juan viu que para se casar ele teria que ir para os Estados Unidos.

Em 2014 então Juan deu a notícia para sua amada ele iria viver com seu pai e quando encontrasse um emprego iria busca-la.Com essa promessa e com lágrimas nos olhos, os dois amantes disseram adeus. Embora eles conversassem todas as noites, eles se perdiam intensamente. Dentro de algumas semanas, o medo de Flor tornou-se realidade; Ela recebeu um chamado de John que tirou toda a esperança: “Meu amor, devo ir para o Afeganistão. A guerra está prestes a terminar, eu prometo que tudo ficará bem.”Após Juan ir ela descobriu que estava grávida, ambos ficaram felizes com a notícia e ela ficou esperando ele para conhecer seu filho.

O tempo passou e ela não teve notícias do seu amado, nesse tempo ela já sabia que ele havia se alistado, mesmo com o tempo e saudade ela se manteve fiel.Já era 2017, seu filho já tinha quase dois anos sem pai e Flor estava há quase 3 anos sem ver o seu amado Juan. Ela estava prestes a perder a esperança quando recebeu uma mensagem que a deixou com frio no estômago:

“Olá, Flor! Sou eu, Juan…”.
Me perdoe por não voltar em breve. Consegui escapar do ataque, mas eles me levaram como prisioneiro no Afeganistão; Agora estou bem e vou cumprir a minha promessa. Eu te amo e é sua memória que me deu forças para suportar esse inferno. Logo estaremos juntos”.
Era o seu amado Juan! E essa mensagem restaurou sua esperança. Sua família achava que ela estava ficando louca, embora eles vissem a mensagem, achavam que era uma piada cruel enviada por alguém que a conhecia.

Quase passaram duas semanas e todos ficaram com a boca aberta quando viram o jovem em uniforme militar, com várias medalhas no peito.Flor o recebeu de braços abertos. Através de lágrimas e sorrisos, Juan viu um menino escondido atrás de sua namorada. “Eu também tenho algo para lhe dizer”…