Sua amada esposa morre. Dois anos mais tarde, a polícia vê uma de suas fotos de casamento e se depara com o inacreditável

A história de Dave é uma daquelas que poderia virar roteiro de filme ou de novela. Um daqueles que se pode ver em um sofá confortável, enquanto na TV o protagonista faz todos os esforços para recuperar o controle de sua vida. Esta é uma história que parece ser boa, mas que provavelmente nenhum de nós gostaria vivenciar. A história começa alguns dias antes do casamento de Dave e sua namorada, Erica. Infelizmente, ela foi diagnosticada com um linfoma extremamente raro e agressivo. Aos 30 anos, ela faleceu e deixou Dave completamente destruído.

A única coisa que restava para ele eram as fotos de sua amada noiva, juntamente com a memória de um tempo feliz e de poucos anos que passaram juntos. Em sua câmera ele tinha centenas de fotos de Erica.

No entanto, Dave ia ter que passar por um teste ainda mais difícil. Era como se ele não tivesse sofrido o suficiente em sua vida, já que não muito tempo depois desse trágico acontecimento, ocorreu algo que o despedaçou ainda mais: em 2012, ladrões o atacaram em Santa Ana, na Califórnia, Estados Unidos. Levaram tudo que ele tinha, mas o mais devastador para ele foi perder a câmera com todas as fotos de Erica. Naturalmente, não pelo valor do objeto em si, mas sim pelo valor sentimental do que ele guardava com tanto carinho. Eram memórias daqueles momentos que foram os mais felizes da vida de Dave.

“Parecia muito injusto. Depois de tudo que eu havia passado na vida, perder aquilo foi como um soco no estômago”, disse ele. Mais de 300 fotos de valor inestimável de Erica e ambas as suas vidas tinham sido arrancadas de suas mãos. Dave tinha certeza de que nunca mais veria sua câmera e, portanto, as fotos de sua amada esposa. No entanto, ele não podia nem imaginar o que aconteceria nos meses que estavam por vir.

O caso do assalto ocupou a polícia de Santa Ana. Além da câmera, os ladrões roubaram um computador e foi usando o GPS desse aparelho que a polícia conseguiu localizar os bandidos responsáveis. Entre as numerosas faturas de venda dos produtos que a quadrilha roubava e, posteriormente, vendia, estava uma que confirmava a venda da câmera de Dave. Ao olhar as fotos, um dos policiais reconheceu parte de uma parede marrom e uma árvore que pareciam muito familiares. Quando visitou o bairro onde as fotos foram tiradas, eles conseguiram encontrar a casa de Dave Lacey.

A pista levou a polícia a uma casa de penhores. Os funcionários do local não tinham nenhuma pista para deduzir que a câmera era de Dave, no entanto, foram muito engenhosos.

Lembrou-se de que a alça era um elemento peculiar e imediatamente percebeu que, na verdade, era realmente a sua câmera com todas suas fotos dentro. Depois de tanto tempo, Dave tinha dado a câmera e suas memórias como perdidas. No começo, ele até chegou a pensar que seria simplesmente uma piada de mau gosto, mas, no entanto, ele reconheceu um detalhe que não lhe deixou dúvidas: a alça da câmera.

Sem dúvida, foi o melhor que aconteceu a Dave desde o dia do assalto, já que ter aquelas recordações de volta significava muito para ele. Graças às fotografias de casamento, ele conseguiu manter viva a memória de Erica.