Padrasto faz o impensável quando descobre a verdade sobre a namorada e sua enteada

Se você está com uma pessoa que não te faz sentir bem, é melhor que essa pessoa não faça mais parte da sua vida, não acha? Mas às vezes o medo da solidão é maior do que a busca pela felicidade, às vezes nos mantemos em um relacionamento muito longo, mesmo quando nos faz mal. Reunir coragem para abandonar um relacionamento tóxico nem sempre é fácil, mas o homem nesta história chegou a um ponto em que ele não conseguia continuar.

Ele contou sua história em um fórum no Reddit e logo recebeu o apoio de milhares de usuários que leram seu post desabafando.

Isto é o que o padrasto explicou:

“Minha enteada se casará no dia 3 de agosto. O planejamento do casamento consumiu grande parte de sua vida e a de sua mãe (digo sua mãe porque não somos casados, embora tenhamos morado juntos por 10 anos) nos últimos seis meses.

Minha enteada se formou na faculdade em dezembro do ano passado, paguei para ela ir à faculdade, apesar de ser uma escola estadual, ainda me custou US$ 40.000. Ela não tem emprego e viveu conosco ao longo de sua carreira e desde a sua formatura. Eu também comprei um carro pra ela quando a escola terminou, assim ela poderia ir e vir para a universidade sozinha.

De vez em quando, seu pai biológico aparece em sua vida e ela o adora. Ele não contribuiu com nenhum centavo para a sua educação, embora isto seja culpa da minha namorada, já que ela não o incluiu no acordo. Ela ainda o ama e quer que ele faça parte de sua vida. Ele permanece tempo o suficiente para quebrar seu coração ao não cumprir suas promessas.

 O lugar onde o casamento seria realizado tem capacidade para acomodar até 250 pessoas. Eu dei para elas uma lista com 20 amigos que eu queria convidar, você sabe… Convidei porque eu estava pagando por tudo. Elas me disseram que não havia nenhum problema e que elas iriam cuidar disso. Eu avisei para essas pessoas que mandei convidar para que reservassem a data.

No sábado, vi um desses amigos da lista em um jogo de golfe e perguntei se ele viria. Ele me disse que não o convidaram. Ele me disse que recebeu um anúncio, mas não um convite. Por sorte, ele tinha no banco de trás (junto com seis meses de correio) e me mostrou. Na verdade, era apenas um anúncio e meu nome não estava em nenhum lugar. Ele tinha o nome de seu pai e o da sua mãe, mas não o meu …

A grande luta

Isso me levou a uma grande briga com minha namorada, já que descobri que nenhuma das 20 pessoas da minha lista estava incluída entre os convidados porque “250 pessoas estavam muito apertadas”. Fiquei furioso e não podia fazer nada sobre o fato de que as pessoas importantes da minha vida haviam se ofendido. Minha namorada me disse “se algumas pessoas não confirmarem, posso incluir algumas pessoas”. Para mim, isto foi a gota d’água… No sábado meu sangue ferveu.

Ontem tivemos um jantar com a família do meu futuro genro, e como convidado surpresa; o “pai de verdade”. Neste jantar, minha enteada anunciou que seu “pai verdadeiro” ia para o casamento e que ele poderia levá-la ao altar. Isso foi bem-vindo com aplausos e gritos de “que maravilha”.

Eu acho que nunca me senti tão ofendido ou desrespeitado em toda minha vida. Eu estava tremendo de raiva. Levei alguns segundos para recuperar minha compostura porque honestamente não tinha certeza se eu queria chorar ou começar a bater em ambos. Quando recuperei a fala, levantei-me da cadeira e propus um brinde. Não lembro exatamente o que eu disse, mas foi algo assim:

O brinde

“Eu gostaria de fazer um brinde”. O som das colheres contra os copos ressoaram nos meus ouvidos. “Foi um grande prazer fazer parte desta família nos últimos dez anos”. Oh, que doce. “Neste ponto da minha vida, sinto que devo muita gratidão aos noivos, porque abriram meus olhos para algo muito importante”. Todo mundo troca sorrisos. “Eles me mostraram que meu lugar nesta família não é onde eu pensei”. Expressões de confusão aparecem nos rostos da sala. “Eu me considerava um respeitado patriarca ou padrinho na família. Entretanto apenas sou solicitado em momentos de necessidade, parece que meu lugar é um caixa eletrônico, um fluxo de dinheiro, mas não muito mais. Como fui substituído pelo anfitrião, tanto nos convites quanto na cerimônia, renuncio os meus deveres financeiros e os delego ao meu sucessor, o verdadeiro pai. Então, um brinde para o casal feliz e o caminho que escolheram “. Eu terminei a bebida, “Todos podem ir”.

Isso é egoísmo? Eu tenho que pagar 40.000 ou 50.000 dólares por um casamento no qual eu não posso convidar ninguém? Chega dessa merda. Acabou para minha enteada e minha namorada. Eu transferi o dinheiro da nossa conta conjunta ontem à noite (ela não teve um emprego desde que ela veio morar comigo). Esta manhã eu liguei para os provedores para quem eu tinha escrito cheques e pedi o dinheiro de volta. Parece que perdi $ 1500 para o aluguel do lugar, mas os outros provedores me deram tudo de volta.

PS: Você quer que seu “pai de verdade” esteja no convite e te leve ao altar? Bem… Então deixe seu pai REAL pagar por tudo também.

Por sinal, minha namorada e sua filha já se mudaram para a casa do noivo. Foi difícil não ser mesquinho com alguns dos “pertences” que foram levados, mas já está feito e só pra constar, já mudei todas as fechaduras e agora é hora de brindar. Não consigo acreditar em quão famosa ficou essa história, mas sinto-me bem com o apoio que muitos me mostram. Se eu descobrir o que acontecerá com o casamento, eu os informarei, mas não posso garantir que vou me esforçar para descobri-lo. Pelo que eu ouvi, eles estão tentando “reduzir custos” e tentando que seus pais os ajudem. Minha namorada ficou desesperada, descobri que ela tentou fazer um cheque para si mesma com nossa conta comum no dia após o meu discurso. Mas eu já havia transferido o dinheiro, então acho que eu sou pior do que ela. Isso é tudo. Obrigado.”

Se você não se sente valorizado em seu relacionamento, é bem provável que isso nunca mude. Seu companheiro(a) não mudará do dia para noite, então eu acho que esse homem fez o certo.